23.9.07

Despedida

A magia se desfaz
O sonho vira pó
Distâncias multiplicam-se
Sorrisos são convertidos em lágrimas

O seu rosto se afasta
Eu não entendo
Corro para pegar sua mão
Só mais uma vez
Quem sabe a última
Mas ela foge de mim

E vai embora junto de ti
E você se despede
Como eu te conheci:
Sem avisar

Não sei quando voltarei
A sentir o teu olhar
A viajar com tua voz

Mesmo com o coração apertado,
Mesmo sem querer dizer,
Eu preciso: Adeus...

outra de 2000

Um comentário:

Bibs ° disse...

Aiiii, despedidas sempre são tristes, odeio. E, nunca acho que é pra sempre. Enfim...